Páginas

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

CASO DOS GCM'S PRESOS EM SANTA LUZIA

Comandante da Guarda Municipal de Eunápolis acompanha prisões em Ilhéus
 
EUNÁPOLIS - O comandante da Guarda Municipal de Eunápolis, inspetor Jarbas Rocha, está em Ilhéus acompanhando o caso dos cinco integrantes da corporação, presos na madrugada desta quarta-feira (31), na cidade de Santa Luzia, sul do estado, com arma e droga. 

Jarbas conversou com a reportagem do RADAR64, na manhã desta quarta, por telefone. O comandante afirmou que será aberto processo administrativo para apurar o motivo deles terem saído de Eunápolis no carro oficial da Guarda.

O comandante falou ainda que já conversou com os guardas e eles disseram que teriam ido ao município de Santa Luzia levar um dos colegas para visitar um parente que teria morrido ou estaria doente

Ainda de acordo com Jarbas - citando declarações dos acusados, em Santa Luzia surgiu a oportunidade deles comprarem uma arma de fogo ilegalmente. 'A pessoa estaria vendendo a arma por um preço baixo. Eles juntaram R$ 2 mil e pagaram ao homem, que foi buscar o revólver 38, mas não retornou com a arma', frisou.

Ainda de acordo com Jarbas, os guardas foram até a casa do vendedor da suposta arma, que seria um traficante e invadiram o local, onde apreenderam drogas e a colocaram dentro da viatura. A polícia local recebeu denúncia e acabou descobrindo a droga e a arma no veículo.


Os suspeitos - Josivaldo Delfino Ribeiro, 20, Pedro Soares Santos, 19 anos, Hélcio Silva dos Santos, 26, Luiz Claudio de Souza Melo, 34 e Anderson Santiago Matos, 24, estão detidos na sede da 62ª CIPM de Camacan, de onde serão encaminhados para a coordenadoria de polícia de Ilhéus.

Notícias do RADAR64
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário