Páginas

sexta-feira, 13 de abril de 2012

VEM AÍ O PROJETO "RONDA ESCOLAR"

Prefeito Newton Lima lança Ronda Escolar nesta 2ª feira


O prefeito de Ilhéus, Newton Lima lança na próxima segunda-feira (16), às 9 horas, no Palácio Paranaguá, o projeto Ronda Escolar. Desenvolvida numa parceria entre as secretarias de Segurança, Transporte e Trânsito e Educação e executada pela Guarda Civil Municipal, a iniciativa visa estreitar a relação entre a GCM e alunos, pais e professores, além de prevenir irregularidades dentro e fora da sala de aula. Ao todo, 13.813 estudantes, 200 professores e 22 unidades escolares serão beneficiados com o Ronda Escolar, cujo trabalho já começa na próxima semana.

De acordo com o coordenador do projeto, o guarda civil municipal Juarez Moreira Nascimento Júnior (GCM NASCIMENTO), o trabalho consistirá em visitas diárias em horários alternados, com dois guardas por escola. O efetivo total será formado por 60 guardas civis municipais e apoio de uma viatura e duas motos. ”Eles percorrerão as áreas interna e externa da unidade escolar, verificando se há situações de anormalidade”. Os guardas permanecerão cerca de 20 a 30 minutos em cada unidade escolar, conversando com diretores, professores, funcionários e alunos. As rondas acontecerão das 7 às 18 horas.

A equipe também auxiliará os alunos nos horários de entrada e saída na travessia das ruas, em trechos e horários de tráfego intenso. “A escolha das escolas que farão parte do projeto e o roteiro foram pré-estabelecidos em reuniões com os diretores da escola e com representantes da Secretaria de educação”, explicou a titular da pasta da Educação, Lidiney Campos. Além das visitas, 10 das 22 escolas e mais seis unidades localizadas na zona rural do município receberão palestras de cunho educativo e preventivo, tendo como base diversos temas: Prevenção às drogas, Integração Família/Escola, Bullyng, Orientação, para o trânsito, pedofilia e Estatuto da Criança e do Adolescente.

Para o secretário municipal de Segurança, Transporte e Trânsito, Marcelo Barreto, o “Ronda Escolar” deve auxiliar na redução dos casos de violência no ambiente escolar e no número de ocorrências de crimes contra o patrimônio e atos inflacionais nos locais priorizados. “Esperamos que ao garantir a segurança no ambiente escolar, possamos estender esse efeito positivo à comunidade”. O projeto conta ainda com o apoio das secretarias do Turismo e de Assistência Social e Trabalho; Conselho Tutelar, Ministério Público Estadual, Polícia Militar, Polícia Civil, Centro de Atenção Psicossocial (AD), Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas) e Centro de Referência da Assistência Social (Cras).

Fazem parte do projeto Ronda Escolar as seguintes unidades: Centro de Atenção Integral à Criança (Caic) Darcy Ribeiro, Centro Educativo Fé e Alegria, Centro Comunitário Dr. Nelson Oliveira, Instituto Municipal de Ensino (IME) Eusínio Lavigne e da avenida Princesa Isabel, Escola Dom Eduardo e a Escola Municipal Paulo Freire, Themístocles Andrade, Barra de Itaípe do Salobrinho, Herval Soledade, Pinóquio, Pequeno Davi, Banco da Vitória, Mariane Eckes (Savóia e São Miguel), Basílio, Odete Salma, Iguape, Escola Vovô Isaac, Centro Comunitário do Iguape (Novo Ilhéus) e Vila Nazaré.

ASCOM - PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS

3 comentários:

  1. eu não tenho nada contra a ronda escolar eu até acho que seja necessário ter sempre alguém da segurança publica visitando nossos filhos nas escolas mais o que eu não concordo é com 60 guardas municipais sendo deslocados para essa função... Para isso terão que tirar mais guardas dos postos? onde fica a segurança do patrimônio da cidade e seus funcionários? ira ficar só na parte eletrônica ? o secretário dá entrevista dizendo que não tem guarda o suficiente para colocar nos postos de saúde e irão colocar 60 guardas municipais nessa ronda escolar??? acho que a população precisa de uma resposta pq enquanto isso os postos ficam desprotegidos e nas mãos de meliantes tirem como exemplo o posto de saúde da conquista que esta com os vidros quase todos quebrados com a ação de meliantes tentando entrar na unidade que fica vazia..sem segurança alguma...será que estão pensando em contratar uma empresa de vigilantes para gastar mais o dinheiro público? espero que não e que o secretário esteja vendo isso porque um simples alarme não irá inibir os marginais..espero respostas sinceras e concretas e que minha mensagem seja postada...obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Caro Apr, mesmo sendo uma mensagem anônima, o que não vejo motivo para não se identificar, sua postagem é digna de uma explicação por parte do Blogueiro Nascimento. Este número de 60 Guardas será todo efetivo empregado ao longo de todo o Projeto, onde envolve, Rondantes, Motoristas, Motociclistas, a Equipe de Palestrantes e os patrulheiros, além do Comando da GCMI que gerencia o Projeto. Por dia utilizaremos apenas 07 GCM'S em atuação nas Rondas. Espero ter solucionado sua dúvida quanto aos Postos de Saúde concordo que é papel da Guarda Municipal salvaguardar os Postos de Saúde, Patrimõnio Público do Município, mas para isso teríamos que ter no mínimo mais 200 Guardas Municipais.

    GCM NASCIMENTO

    ResponderExcluir
  3. sim sim...mas porque antes que a quantidade de guardas era menor e cobria quase todos os postos e hoje que a quantidade é maior e não consegui? acho que não é necessário mais 200 guardas para pelo menos colocar nos postos mas criticos por falta de segurança..

    ResponderExcluir